Qual é o tamanho ideal de um cartão de visita?

Em torno da produção de materiais de marketing profissional, existe todo um conjunto de regras e etiquetas. Conteúdo apropriado, design, papel correto e, também, tamanho ideal de um cartão de visita. 

Nesse sentido, o cartão de visita surge como um elemento de formalização do contato profissional e networking. Isto é, quase um documento que confirma a prospecção feita e que ativa o processo de memorização. 

Porque, a finalização de uma possível venda ou fechamento de contrato pode não se concretizar imediatamente. Assim, a mera presença do cartão de visita na carteira, na bolsa ou no porta-luva atua como um elemento de continuidade. Ou seja, é suficiente para lembrar o cliente dos seus serviços ou da sua empresa quando for preciso. 

Então, quanto mais profissional for o cartão de visitas, melhor. O que pode aparentar ser apenas um detalhe, como o tamanho e as dimensões, pode ser o que separa você de uma possível contratação. Fique atento!

Para aprender qual é o tamanho ideal de um cartão de visita e todos os detalhes que irão garantir a continuidade das suas relações profissionais, leia a seguir. Preparamos uma compilação dos principais pontos para você ter certeza que seu cartãozinho não vai ser desperdiçado. Confira!

Leia também: Melhores Impressoras Para Cartão de Visita 

Porque o tamanho do cartão de visitas é tão importante?

Já diz a máxima: tudo tem um por quê. Antes de mais nada, é importante esclarecer as razões pelas quais dizemos que é fundamental escolher o tamanho certo do seu cartão de visita. 

Então, a título de exemplificação, suponhamos que você faça uma visita ou entre em contato com um cliente em potencial. E, neste caso, tal contato não tenha sido solicitado, mas você esteja fazendo a sua própria prospecção. 

Verdade seja dita, na maioria dos casos, mesmo após uma excelente apresentação pessoal, se o seu cartão de visitas não tiver impacto e uma imagem profissional, as estatísticas mostram que ele pode ser jogado no lixo. Ou ainda, largado em uma gaveta sem critério para que se perca na memória.  

Por isso, a obrigação de todo profissional é aparar qualquer aresta que impeça ou limite uma possível contratação. E aí entra o tamanho do cartão. Porque uma peça muito grande, não vai caber em carteiras, que também são fabricadas em tamanho padrão.

Ao contrário, um cartão muito pequeno, além de ser facilmente esquecível, pode ser interpretado como amador. Então, o tamanho preferencial para um cartão de visitas é aquele que caiba na palma da mão ou em um porta-cartões padrão, retangular (o mais comum) e agradável ao olhar. Ou seja, aparência clean, objetiva, mas impactante. 

Tamanho ideal mais comum de um cartão de visita no Brasil

Com efeito, existem vários formatos consagrados de cartão de visita, ao redor do mundo. No Brasil, o mais utilizado é o cartão com as dimensões 90 x 50 cm, modelo copiado dos padrões estadunidenses. Por isso, é também conhecido como Formato Americano. 

O cartão 90 x 50 cm é retangular, isto é, mais longo e um pouco mais fino que os outros modelos. Ele foi concebido para ter um design mais objetivo, por não ter tanto espaço vertical para redação.

Em compensação, tem um bom espaço lateral para um design mais completo e não tão sobreposto às letras. Além disso, esse espaço lateral permite a inclusão de textos que não podem sofrer quebra de linhas. 

Em termos de impressão digital das imagens, esse formato de cartão de visitas também é um dos que “printa” com mais qualidade. Ou seja, neste tamanho, as dimensões mais comuns são de 300 pixels. 

Em suma, esse é o cartão mais comum no país e os portas-cartões e carteiras também são comercializados para comportar. E, presente na maioria das gráficas para produção e corte.

Principais tipos de cartões de visita

Para além do Americano, existem outros tipos de formato de cartão que são comercializados. Importante ressaltar que esses modelos não são “errados”; são modelos convencionados em outros locais do mundo, como, por exemplo, na Europa. 

Assim sendo, embora não sejam das dimensões mais usuais no país, os cartões podem ser escolhidos, dependendo da necessidade de cada um. Vejamos a seguir:

Padrão Internacional de cartão de visita: 80 x 50 cm

Talvez, provavelmente, tão utilizado quanto o cartão de visita no formato 90 x 50 cm. Por óbvio, um modelo menor que o tradicional brasileiro, mas que segue a maioria das diretrizes internacionais. 

Além disso, possui características retangulares mais discretas, sendo muito associado ao tamanho de um cartão de crédito. Contudo, essa associação é equivocada, pois as medidas do cartão de crédito são diferentes, como se verá a seguir. 

Portanto, o padrão internacional tem design mais delicado, no qual não cabem tantas informações. Foi pensado com o intuito de ser mais objetivo e direto nas informações constantes. 

Padrão cartão de crédito do cartão de visita: 85 x 55 cm

Conforme mencionamos acima, há diversos conteúdos na internet que associam o formato anterior, de 80 x 50 cm, como o tamanho de um cartão de crédito. Contudo, essa informação está equivocada. 

Porque o cartão de crédito é, normalmente, medido em polegadas. E, a medida padrão para esse tipo de cartão é:

  • 3, 37 pol x 2, 125 pol ( c/ aproximação para 2,13 polegadas)

Desse modo, ao converter para centímetros, a medida correta para cartão de crédito e qualquer cartão de banco (débito também) é 85,6 x 53, 98 cm. Ou, apenas como medida de praticidade, arredonda-se para 85 x 55 cm. 

Então, esse formato de cartão de visitas também se popularizou e, atualmente, é a preferência de muitos. Dentre as vantagens atribuídas a esse formato, estão:

  • Em primeiro lugar, tamanho ideal: maior, em largura, que o tradicional, mas não tão comprido que não cabe nas carteiras. 
  • Cabe na palma da mão;
  • Ergonômico, permite a redação de mais informações, sem que as letras fiquem sobrepostas.
  • Por fim, o formato é baseado em cálculos matemáticos, que buscam equilíbrio e perfeição de tamanho.  

Formato Quadrado: 5 x 5 cm

O quarto tamanho típico para cartão de visita é o formato quadrado e pequeno, com 5 x 5 cm. Por certo, esses cartões parecem muito com imãs de geladeira, mas não necessariamente são. Contudo, transformá-los em imãs é uma ótima alternativa para que não se percam. 

Porque cartões desse tamanho, além de guardarem espaço apenas para um design bonito e um telefone ou email, também se perdem com muita facilidade. No entanto, são mais econômicos, baratos e simplificados. 

Qual tamanho usar para seu cartão de visita?

 Com toda certeza, dentre as opções acima, o tamanho ideal de cartão de visita vai depender do tipo de serviço prestado. Nesse sentido, o fundamental é analisar objetivamente o tipo de empresa e serviço. E, a partir daí, avaliar quais informações são fundamentais constarem no cartão de visita. 

Só assim, você vai poder escolher corretamente o melhor tamanho de cartão para o seu tipo de negócio. Desse modo, para escolher o tamanho ideal, é importante analisar três pontos específicos:

  1. O público-alvo: estude a melhor maneira de se comunicar com seu público, sua clientela. Mais austero, mais despojado, mais elegante. Entender como conversar com seu público faz toda a diferença na hora de escolher o formato (e design) do cartão. 
  2. Garanta que a identidade visual da sua marca esteja de acordo com o serviço que presta. As cores, o estilo, o design propriamente dito tem correlação direta com o formato e precisa casar com o tipo de serviço prestado.
  3. O tipo de serviço prestado propriamente dito. Empresas que necessitam transmitir mais informações, precisam de cartões com mais espaços. Já empresas que são mais conhecidas, não requerem (ou não têm) tantas informações, podem se beneficiar de cartões menores. Veja os exemplos a seguir:

Como selecionar o melhor cartão de visitas

Na hora de fazer um cartão de visitas, também surge a dúvida do conteúdo que deve ter nele. Isso depende muito do estabelecimento e objetivo do cartão.

Por exemplo, uma drogaria é autoexplicativa e não carece também de muitos detalhes, muitas informações. A mera indicação do termo “farmácia” ou “drogaria” é suficiente para que o seu público entenda o serviço. 

Portanto, um cartão de formato quadrado (5×5) pode ser mais que suficiente para a apresentação. Um design com as cores da farmácia, o logotipo e os telefones de contato são ideais para o tipo de serviço. 

Por outro lado, um escritório de advocacia precisa de maior detalhamento. Um advogado especializado, desta forma, precisa descrever minimamente:

  • O tipo de serviço prestado (escritório de advocacia);
  • O tipo de advocacia praticada (familiarista, previdenciária, criminal, etc);
  • Variados contatos: telefones, whatsapp, emails e redes sociais, se houver;
  • O endereço do escritório e locais de atuação.

Por conseguinte, em casos similares, o tamanho ideal do cartão de visita será o tradicional brasileiro (90 x 50) ou o tamanho cartão de crédito (85 x 55). Entretanto, não deixe de conversar com um designer especializado para que possa fazer a disposição correta dos elementos visuais.  

Como inovar no seu cartão de visitas

Atualmente, graças aos avanços na tecnologia de design gráfico, diversas empresas buscam criar shapes diferentes para o seu cartão de visita. De fato, não há limite para as inovações. Basta ter um arsenal criativo a sua disposição, por meio de um profissional confiável e deixar fluir. 

Pontas arredondadas, cortes de acordo com o formato da logo. Ainda mais, formatos específicos, como halteres para profissionais do nicho fitness ou maquiagens para o nicho de beleza (batons ou vidro de esmaltes, por exemplo) tem sido rotineiros. 

No entanto, como esclarecemos anteriormente, antes de optar por um design inovador, analise se essa é a melhor maneira de se comunicar com seu público. 

Porque inovação é sinônimo de um diálogo mais jovem, mais dinâmico. Empresas que optam por um layout mais arrojado de cartão de visita, normalmente, são aquelas que pesquisaram e concluíram que vai ser bem recepcionado pela sua clientela em potencial.